Por que aprender Alemão?

5 motivos para você começar a aprender Alemão ainda hoje!

Brasileiros às vezes caem no erro de se perguntar para quê aprender outra língua que não seja o Inglês ou Espanhol se mora num país que só faz fronteiras com nações de idiomas latinos. Línguas como o Alemão, Francês e Mandarim são opções pouco procuradas, mas contraditoriamente são as línguas mais influentes do mundo – principalmente no mundo dos negócios e das pesquisas.

Então se você é um estudante que pensa em se aperfeiçoar num intercâmbio estrangeiro ou um profissional que pretende realmente progredir na carreira e ganhar dinheiro de verdade, aprender Alemão é indispensável! E vamos já te dizer os motivos!

         1.Alemanha é a 3ª maior economia do mundo e a 1ª em exportação

A Alemanha é a terceira maior economia do mundo e é a potência econômica da União Europeia. O país também é o primeiro do mundo em quesito de exportação, o que o torna um mercado de trabalho rico e promissor para quem pensa em multinacionais e grandes negócios. Eles exportaram U$940.000 milhões de dólares, à frente das exportações dos EUA. De carros à máquinas e equipamentos industriais, de farmacêuticos a produtos de consumo, 1 em cada 3 euros ganhos na Alemanha é através da exportação e 1 em cada 4 empregos dependem das exportações.

E não se esqueça que a Suíça, outro país de idioma alemão, tem uma das mais taxas altas de qualidade de vida do mundo.

2.   Saber Alemão cria oportunidades de negócios

A força econômica alemã é igual a oportunidade de negócios. Existem oportunidades de negócios em toda a União Europeia, onde o Alemão é a língua mais falada (mais que o Inglês, inclusive), e na Europa Oriental, onde é a segunda língua mais falada, atrás apenas do Russo. Empresas como BMW, Daimler, Siemens, Lufthansa, SAP, Bosch, Infineon e muitas outras precisam de parceiros internacionais. Os japoneses, que têm a segunda economia mais poderosa do mundo, entendem as vantagens que a língua alemã pode trazer: 68% dos estudantes japoneses estudam Alemão.

Se você está a procura de empregos nos Estados Unidos, saber Alemão vai te garantir grandes benefícios. As empresas alemãs são responsáveis por mais de 700.000 postos de trabalhos nos EUA e as empresas norte-americanas criaram aproximadamente o mesmo número de postos na Alemanha. Com todas as outras coisas igualadas, o candidato a trabalho que souber falar Alemão com certeza terá um trunfo em relação aos demais e vai se destacar. A maioria das empresas nos Estados Unidos escolheria alguém com alfabetização alemã mesmo em face a outro candidato igualmente qualificado.

3.   Alemães são inovadores

Desde a invenção da imprensa por Gutenberg até a descoberta das ondas eletromagnéticas de Hertz, do desenvolvimento da quimioterapia de Ehrlich até a teoria da relatividade de Einstein e à criação do MP3 da Brandenburg. Ao longo da história, os alemães provaram ser grandes inovadores. Essa tendência continua até hoje. Quatro das dez empresas mais inovadoras do mundo são da Alemanha e com 12,7% dos pedidos de patentes do mundo, o país ocupa o terceiro lugar no ranking. Consequentemente, 200.000 negócios introduzem novos produtos no mercado todos os anos.

Como nação comprometida com a pesquisa e o desenvolvimento, os alemães estão na linha de frente das novas tecnologias. Os alemães exportam mais produtos de alta tecnologia que qualquer outro país, à exceção dos EUA, e mais de 600 empresas estão ativas no topo da área biotecnológica e 115 delas estão localizadas em Munique. Dresden, cidade ao leste da Alemanha, se tornou o centro do Microchip na Europa com mais de 765 empresas de semicondutores.

Dado o compromisso dos alemães com a inovação, talvez não seja surpreendente que dois terços das principais feiras internacionais do mundo acontecem na Alemanha. Estas incluem a CeBIT, a maior feira mundial de tecnologia de informação e comunicações, e a IFA, feira de consumo de eletrônicos.

4.   Um em cada 4 livros no mundo é publicado em Alemão

Alemão não é só uma língua do passado. Como estudantes e pesquisadores prolíficos, alemães nativos produzem cerca de 80.000 novos livros todo ano. As únicas línguas no mercado que produzem ainda mais livros anualmente são o Mandarim e o Inglês. Uma vez que apenas uma pequena porcentagem dos livros alemães são traduzidos para outra língua (por exemplo, aproximadamente 10% para Coreano e Mandarim e aproximadamente 5% em Inglês), só sabendo Alemão para ter acesso a toda essa gama de conhecimentos.

5. Alemanha patrocina financeiramente mais de 60.000 intercâmbios internacionais TODO ANO

Ao promover a inovação e apoiar a pesquisa no país, os alemães também reconhecem que a cooperação e experiência internacional são essenciais para o sucesso contínuo de um líder mundial. Enquanto muitos países só começaram a realmente investir nesse método há cerca de 5 anos, o Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico apoiou quase 70.000 acadêmicos, cientistas, educadores e estudantes só no ano de 2001. Quase metade (cerca de 43%) deles eram estrangeiros que receberam assistência financeira para participar de um intercâmbio na Alemanha. Além disso, tal como os nacionais, os estudantes estrangeiros não pagam taxas nas universidades alemãs – um dos poucos países em toda a Europa a oferecer esse tipo de acesso à educação.

 


Comentários