IELTS, CPE, TOEFL: exames de proficiência em Inglês

Saiba quais são os principais exames de proficiência de Língua Inglesa e quais as diferenças

 

Apesar de existirem vários testes de certificação de línguas, alguns são mais reconhecidos a nível internacional que outros. Este é o caso do TOEFL, IELTS e CPE, os três grandes nomes quando o assunto é validação de fluência.

Muitas pessoas se tornam fluentes em Inglês por meios externos aos cursos de línguas, seja jogando, estudando em casa, vendo filmes, cantando ou tudo isso junto. E por melhor que isso possa ser, quando é preciso apresentar um comprovativo da fluência são essas mesmas pessoas que saem na desvantagem. Para quem pensa em fazer um intercâmbio ou trabalhar fora, ter um certificado de fluência é essencial. Os comprovativos são requisitados em praticamente todas as universidades estrangeiras. Por isso, vamos fazer uma introdução e comparar os principais exames de avaliação quando o assunto é Língua Inglesa.

 

IELTS

O International English Language Testing System é um exame britânico reconhecido em mais de 8 mil instituições no mundo todo, entre organizações educacionais, profissionais, órgãos públicos e outras. A prova é dividida em quatro partes: Reading (leitura), que dura 60 minutos; Listening (audição), que dura 30 minutos; Writing (escrita), que dura 60 minutos; e Speaking (fala), que dura até 15 minutos. Duração total é de 2h e 45 minutos. Enquanto o teste oral pode ser remarcado para outro dia, as outras provas só podem ser feitas uma vez. O custo do teste gira em torno de R$600,00 e pode ser realizado em mais de 800 centros localizados em mais de 130 países no mundo todo. No Brasil, o IELTS tem 27 centros autorizados a aplicar o teste em todas as capitais do país.

O IELTS tem duas versões que são o Academic e o General Training. Como o próprio nome refere, o Academic tem fins acadêmicos, usado para admissões nas universidades. Já o General Training é utilizado para fins gerais, como trabalho ou emigração.

 

TOEFL

Mais de 800 mil pessoas fazem o Test of English as a Foreign Language todos os anos. O exame é oferecido em quase duzentos países e pode ser feito a qualquer momento, pois é realizado pelo computador, ao passo que outros testes podem ser feitos apenas em datas agendadas – e alguns acontecem apenas duas ou três vezes por ano. No total, sua duração é de 4 horas e 30 minutos, com intervalo de 10 minutos, e tem validade de 2 anos. O teste consiste em 6 tarefas de Speaking (fala), 34ª 51 perguntas de Listening (audição), 36 a 56 perguntas de Reading (leitura) e duas tarefas de Writing (escrita). O TOEFL tem três versões: PBT (Paper based test, exame em papel), iBT (internt based test, feito on-line) e ITP (institutional testing program). Vale ressaltar que o PBT só pode ser feito nos países em que não exista a opção do teste on-line. Custa aproximadamente U$215,00 dólares. 

Muitas universidades brasileiras oferecem o TOEFL ITP gratuitamente através do programa Inglês Sem Fronteiras, do Ministério de Educação e Cultura. A certificação, entretanto, só é válida nacionalmente e pode ser usada para frequentar os cursos de inglês do programa (para nivelamento) e para editais de intercâmbio da instituição de ensino. Internacionalmente não são reconhecidos, uma vez que não possuem a parte de Speaking.

 

CAMBRIDGE TESTS

De responsabilidade do departamento de exames da Universidade de Cambridge, esses exames englobam cinco níveis de certificações: KET (Key English Test), para nível um; PET (Preliminary English Test), para nível dois; FCE (First Certificate in English), para o nível três; CAE (Certificate in Advanced English), para o nível quatro; e o CPE (Certificate of Proficiency in English), que é o nível cinco correspondente à fluência total. Essa certificação é mais utilizada para comprovar a proficiência em língua inglesa nas universidades do Reino Unido, mas seu objetivo primário é mais amplo, sendo bastante procurado no continente europeu para comprovar a proficiência para o mercado de trabalho. Cada prova tem um formato específico e o valor também pode variar, mas gira em torno de €150 euros. Enquanto os outros exames citados anteriormente não reprovam o aluno, mas atribuem uma nota de proficiência conforme o resultado obtido, o CPE é e possui 3 níveis de notas: A, B e C. A certificação máxima da Universidade de Cambridge é dividida em cinco parte: Reading, Writing, Speaking, Listening e Structural Competence. Cada uma das partes constitui 22% da nota, com exceção do Listening, que representa 12%. Duração total vai de 5 a 6 horas e a instituição responsável, no Brasil, é a Cultura Inglesa. Um diferencial em relação às outras certificações é que o CPE não tem prazo de validade, embora instituições que exijam apresentação de proficiência possam estabelecer prazo próprio da data de realização do exame – afinal, habilidades linguísticas, principalmente quando falamos em línguas estrangeiras, podem sofrer alterações com o tempo.

 

 

Está se preparando para fazer um teste de proficiência? Confira nosso artigo de dicas para estudar em casa. nosso artigo de aplicações para estudar línguas pelo celular e como aprender pelo YouTube.

 


Comentários